Resenha: A bolsa amarela

terça-feira, abril 14, 2015 11 Comments A+ a-

A Bolsa Amarela é a história de uma menina que entra em conflito consigo mesma e com a família ao reprimir três grandes vontades (que ela esconde numa bolsa amarela ) – a vontade de crescer, a de ser garoto e a de se tornar escritora. A partir dessa revelação – por si mesma uma contestação à estrutura familiar tradicional em cujo meio “criança não tem vontade” – essa menina sensível e imaginativa nos conta o seu dia-a-dia, juntando o mundo real da família ao mundo criado por sua imaginação fértil e povoado de amigos secretos e fantasias. Ao mesmo tempo em que se sucedem episódios reais e fantásticos, uma aventura espiritual se processa, e a menina segue rumo à sua afirmação como pessoa.

Esse livro foi lido em forma de e-book, então não tenho fotos minhas do livro para mostrar para vocês. 


Eu acho que esse foi um dos livros que li mais rápido na minha vida, não pelo motivo de ter poucas páginas, mas a leitura fluiu tão bem que nem percebi quando acabou. Tive que ler esse livro pois teria uma prova sobre ele. Eu não sabia bem sobre o que o livro tratava, então comecei a leitura sem o menor conhecimento do assunto. Em um dia consegui me apegar a todos os personagens, e apesar de ser um livro infantil, não quer dizer que adultos e adolescentes não possam ler também.


A narradora da história é Raquel, a garota que tem três grandes desejos, os tais são tão grandes que ela acaba tendo de arrumar um lugar para escondê-los, assim surge à bolsa amarela, e quanto maior seus desejos mais pesado a bolsa ficava. O problema dela é que sua família reprimia tudo que ela queria fazer. Raquel gosta de inventar muitas coisas, nomes, amigos imaginários e histórias.

 “E se eu escrevo um romance? Ai ninguém mais pode ficar contra mim porque todo mundo sabe que romance é a coisa mais inventada do mundo.” Pág.: 21

Se o pessoal vê as minhas três vontades engordando desse jeito e crescendo que nem balão, eles vão rir aposto. Eles não entendem essas coisas, acham que é infantil, não levam a serio. Pág.: 23


Como já disse, o livro tem uma escrita super fácil e é uma leitura muito gostosa, acho que por ter bastantes diálogos acaba influenciando a leitura ser mais rápida. A forma como ela nos passa seus pensamentos e invenções também nos faz entrar na história, o livro retrata bem a fase de “quero fazer tudo, mas não posso”, além dos ensinamentos que o livro nos trás, por exemplo, o da aceitação, ela queria ter nascido menino, ela queria ser gente grande, mas era tudo ao contrário.

- Ás vezes a gente quer muito uma coisa e então acha que vai querer a vida toda. Mas aí o tempo passa. E o tempo é o tipo do sujeito que adora mudar tudo. Um dia ele muda você e pronto: você enjoa de ser pequena e vai querer crescer. Pág.: 49


E assim flui a história, Raquel vai se descobrindo, aprendendo a gostar de si mesma, e claro, faz amigos inesquecíveis.

Link para baixar o livro em pdf aqui.

Uma shinigami que gosta de ler e é apaixonada por joguinhos, sonha em lançar um livro e um dia ir para o Japão. Fallenatica e k-popper, chora quase sempre que escuta Lie.

11 comentários

Write comentários
14 de abril de 2015 16:38 delete

Oi, Letícia! Como vai? Não conhecia esse livro, então foi uma ótima surpresa esse seu post. O livro me pareceu ser muito bom, tratando de temáticas muito importantes. E acredito mesmo que devesse ser lido por adultos, principalmente aqueles que acham que sabem de tudo e não dão espaço para a criança se expressar. É mais do que comprovado que, para um bom desenvolvimento, é muito importante deixar que a criança se desenvolva, estimulando-a sempre. É o que eu pretendo fazer com a minha afilhada. <3
Aliás, vou comprar esse livrinho pra ela. Ela ainda tem 2 anos, mas sempre que vejo um livro bacana eu compro e guardo.
Ah! Aproveito pra deixar uma dica: Revisa seu post antes de publicar. Esse, por exemplo, tem alguns errinhos de português.
Um abraço!
www.literasutra.com

Reply
avatar
14 de abril de 2015 18:29 delete

Oi, Monalisa. Fico feliz que tenha gostado.
Que legal, creio que ela ficará muito feliz com os livros, e que bom que te ajudei, concordo com o que disse, esse livro passa bons ensinamentos.
E obrigada pela dica, pode deixar que iria revisar, desculpe pelo descuido.

Reply
avatar
14 de abril de 2015 18:32 delete

Eu adoro esse livro! Minha mãe me deu logo quando comecei a ler mais, ainda criança. Me identifiquei com a história por muito tempo, e até hoje tenho um pouco disso! Um beijo : *

Reply
avatar
14 de abril de 2015 18:57 delete

Oi Let ♥ Você aqui como sempre, hihi -Obrigada por voltar-
Eu também adorei o livro, ainda não o conhecia!

Reply
avatar
15 de abril de 2015 10:02 delete

Ola Leticia não conhecia o livro, mas fico feliz em saber que a leitura fluiu muito bem , o que me faz desejar ler, além da premissa muito interessante , assim como os desejos da protagonista . Vou ler. beijos
Joyce
www.livrosencantos.com

Reply
avatar
Viih Paula
AUTHOR
15 de abril de 2015 10:24 delete

Adorei a resenha, vi que vc também dá dicas de animes *-* vou conferir. Bjs! http://vihpaula.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Luana Santos
AUTHOR
15 de abril de 2015 14:24 delete

Gente! Esse é velho, eu lembro que li ele obrigada no ensino fundamental e acabei gostando ! E olha, nunca imaginei um lia ler uma resenha dele! Estou encantada!
Beijos
cheireiumlivro.blogspot.com.br

Reply
avatar
Catharina M.
AUTHOR
15 de abril de 2015 15:36 delete

Olá
Eu sou louca para ler esse livro faz um tempão, pois adoro infanto juvenis, e esse trás uma história muito bonita e curiosa, e acho essa capa super fofinha.
Ótima resenha.

http://realityofbooks.blogspot.com.br/
Catharina
Beijos

Reply
avatar
15 de abril de 2015 18:43 delete

Oi, Joyce. Fico feliz que tenha gostado e irá ler, se vier a fazer uma resenha do mesmo irei adorei ler!

Reply
avatar
15 de abril de 2015 23:56 delete

Oi Leticia tudo bem?
Não conhecia o livro, mas a historia parece ser bem fofinha.. não sou muito chegada em infanto juvenis, mas me interessei graças a curiosidade.

beijos
Mayara
Livros & Tal

Reply
avatar
16 de abril de 2015 10:05 delete

Oi Letícia, tudo bem?
Nunca li o livro, mas a história me pareceu muito bonita, e é bem triste quando sua própria família tenta reprimir todos os seu sonhos...
Bjs

http://a-libri.blogspot.com.br

Reply
avatar